Uma universitária empreendedora

Mikayla ainda lembra do momento como se fosse ontem. Ela estava em aula na Universidade de Kentucky, com o notebook aberto, quando viu no Pinterest uma ideia que mexeu com ela. Era um Pin de uma loja de roupas ambulante: um caminhão cheio de prateleiras com peças e espaço interno para os clientes fazerem compras.

Naquele instante, tudo ficou claro. Mikayla percebeu que precisava abrir uma loja dessas. Já. Não importava que tinha apenas 20 anos e ainda não havia se formado.

"Eu queria que tudo acontecesse na hora", lembra ela.

Mikayla usando seu notebook

Um sonho sobre rodas

Como filha de dois empresários, Mikayla sempre soube que teria o próprio negócio um dia. Ela imaginou que seria uma loja de roupas tradicional em algum lugar da sua cidade natal, Charleston, na Virgínia Ocidental.

No entanto, quando viu a ideia da loja móvel no Pinterest, Mikayla percebeu que era isso que queria fazer.

"Decidi que isso era exatamente o que eu queria e o que faltava na Virgínia Ocidental. Resolvi ir adiante com a ideia", disse ela. Mikayla definiu o nome da loja: Ooh-La-Lucy.

Mikayla
Pequena empresária, Virgínia Ocidental
“O Pinterest é a minha única fonte de ideias internas e externas e de sugestões de logística e negócios. Ele me ajudou a colocar tudo em prática, desde a criação do meu plano de negócios até o marketing e as mídias sociais.”
68 %
dizem que o Pinterest ajuda a se inspirar
98 %
dos Pinadores dizem experimentar ideias novas que encontram no Pinterest
Do plano à prática

Depois de compartilhar o plano com os pais, Mikayla comprou um furgão com o dinheiro guardado por anos trabalhando como babá. O pai dela reformou o interior. Depois, veio o estoque para comprar e um plano de negócios para criar. Durante toda a jornada, ela buscou ajuda e inspiração no Pinterest.

"Todos os detalhes, as ideias, as partes técnicas da criação e do funcionamento dos negócios, tudo veio do Pinterest", disse ela.

73 %
dos Pinadores gostam de comprar produtos de moda e beleza (versus 53% das pessoas que não usam o Pinterest)
91 %
dizem que o Pinterest dá ideias de produtos de moda e estilo para comprar
Negócios em expansão

A Ooh-La-Lucy abriu as portas em junho passado, com roupas selecionadas para "fazer você se sentir bem na medida certa". Como todo novo empresário, Mikayla estava nervosa. Felizmente, ela não precisou se preocupar por muito tempo.

"As pessoas adoraram", disse ela. No primeiro mês, ela dobrou as vendas projetadas.

Alguns meses depois, Mikayla estava no centro de Charleston quando viu uma placa de "Aluga-se" em uma loja. "Essa é a minha loja", disse à mãe. E era mesmo. Ela abriu uma loja física da Ooh-la-Lucy no local 17 dias depois.

Às vezes, Mikayla ainda se surpreende com o turbilhão que começou naquele dia de aula. "Antes, eu pretendia trabalhar para alguém depois da graduação e seguir uma carreira mais tradicional", disse ela. "Depois de ver aquele Pin, comecei meu próprio negócio, que já aumentou e se tornou algo que vai me sustentar, manter meu estilo de vida e continuar crescendo."

Quer saber mais?

Saiba como a varejista ThirdLove diminuiu o custo por aquisição da sua campanha no Pinterest

Veja como as pessoas descobrem ideias e fazem compras no Pinterest